O Rei e o besouro

História indiana

Havia na Índia, um reino que foi atacado por bárbaros, muitos soldados morreram defendendo o rei, mas, por fim foram dominados.

Por sorte a rainha e seus filhos conseguiram fugir para as montanhas, mas o rei foi preso na mais alta torre do castelo e o deixaram para morrer de fome.

Dias depois a rainha voltou de madrugada para tentar resgatar o seu marido, ela ficou aos pés da alta torre tentando imaginar uma maneira de libertá-lo.

Então o rei saiu na janela e falou para a rainha:

– Volte amanhã, me traga quatro coisas: um pouco de mel, um besouro, um fio de seda muito fino e uma corda muito forte.

Na madrugada seguinte, a rainha voltou trazendo tudo o que o rei havia pedido, e então ele disse:

– Amarre o fio de seda em uma das pernas do besouro!

Assim ela fez.

– Agora coloque mel nas antenas do besouro!

Ela novamente atendeu o seu pedido.

– Agora coloque o besouro na parede, em direção a janela da torre.

Ela colocou o besouro na parede e bem devagar ele foi subindo, subindo, subindo até chegar às mãos do rei, então ele desamarrou o fio da patinha do besouro e falou para a rainha:

– Amarre a corda na ponta do fio de seda.

Assim ela fez e ele começou a puxar a corda para cima. No alto da torre, ele amarrou a corda e pode descer por ela. Juntos, eles fugiram para as montanhas.

Essa história é usada para explicar a importância da meditação, que é comparada ao fino fio de seda, mas é o início da salvação para encontrar a verdadeira liberdade.

***

Clique aqui para ler a história Esopo e o malcriado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *