O sapo e a cobra

Conto africano

Era uma vez um sapinho que estava passeando pela floresta e de repente viu um bichinho comprido e de pele brilhante deitado na grama.

– Olá! O que você está fazendo?

– Estou tomando sol!!! Eu sou uma cobrinha, e que bicho você é?

– Sou um sapinho!

– Quer brincar comigo?

– Sim!!!

Eles brincaram o dia todo, como estavam cansados resolveram voltar para suas casas e prometeram se encontrar no dia seguinte para brincar mais.

– Obrigada por me ensinar a pular – falou a cobrinha.

– Obrigado por me ensinar a rastejar – falou o sapinho.

Chegando em casa, o sapinho mostrou para a mãe que tinha aprendido a rastejar.

– Quem te ensinou isto?

– A minha amiga cobrinha!

– O quê? Nunca mais brinque com a cobra! Não sabe que na família dela só tem gente ruim? Você está proibido de se misturar com essa gente!

Quando a cobrinha chegou em casa mostrou para a mãe que sabia pular.

– Quem ensinou isso para você?

– Meu amigo sapinho!

– O quê? Meu filho se misturando com sapos!!! Não sabe que nossa família nunca se deu com aquela gente? Nunca mais se encontre com o sapo!!!

No dia seguinte eles foram ao local combinado, mas não tiveram coragem de chegar perto um do outro, cada um com medo do que tinha ouvido em casa. Daquele dia em diante eles nunca mais brincaram juntos, mas sempre se lembravam da alegria do único dia que se divertiram juntos.

Conselho de vó: O preconceito nos faz perder muitas das coisas boas que a vida pode oferecer.

***

Clique aqui para ler a história O Mapinguari

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *