O homem e o gênio

História indiana

Certa vez, havia um homem muito pobre que tinha o desejo de se tornar rico. Um dia ele ouviu uma história em que uma pessoa encontrou um gênio e este lhe concedeu o desejo de ter imensas fortunas.

O homem ficou obcecado com a ideia de encontrar um gênio e só pensava nisso o dia todo.

Com essa ideia na cabeça, resolveu procurar um sábio que vivia na montanha para lhe perguntar onde ele poderia encontrar um gênio.

– Desejo mais que tudo encontrar um gênio para satisfazer meus desejos! – falou o homem ao sábio.

 – Vá para casa! Encontrar um gênio não é uma coisa boa – falou o sábio

No dia seguinte, o homem foi novamente até o sábio e começou a suplicar sua ajuda:

– Me ajude a encontrar um gênio!!!

O sábio ficou irritado com a insistência do homem e lhe falou:

– Tome essa pedra, vá à floresta e repita as palavras que estão escritas neste papel e o gênio virá até você. Mas cuidado, os gênios são terríveis, se não o mantiver ocupado, ele irá te matar.

– Isso é fácil resolver, vou lhe pedir tantas coisas que ele não vai parar um só momento.

Então o homem foi até à floresta e ficou repetindo as palavras escritas no papel até que o gênio apareceu.

– Tua magia me conquistou, estou à sua disposição, mas já aviso que não posso ficar à toa, se isso acontecer, te matarei.

– Então, construa para mim um palácio!

Um minuto depois o gênio falou:

– Eis o seu palácio!

– Agora quero muito ouro!

Em alguns segundos o gênio falou:

– Aqui está!

– Agora quero muitos criados para me servir!

– Aqui estão!

Tudo o que o homem pedia o gênio realizava em poucos minutos, às vezes segundos.

O homem começou a ficar desesperado, em poucas horas já tinha conseguido tudo o que queria e muito mais, não sabia mais o que pedir. Além disso, já estava cansado de pedir coisas, ele não tinha tempo sequer para aproveitar o que havia conquistado.

– E agora? O que deseja? – falou o gênio.

O homem não sabia mais o que pedir.

– Fale o que deseja ou vou te matar!

Ele já estava desesperado, quando teve a ideia de falar novamente com o sábio:

– Me leve até a casa do sábio!

Em um segundo os dois apareceram lá:

– Sábio, salve minha vida! Não sei mais o que pedir! O gênio quer me matar!

O sábio, muito irritado porque havia avisado o homem dos perigos de se ter um gênio, não queria ajudar, mas depois de muitas súplicas resolveu achar uma solução e disse:

– Veja esse cachorro, olhe sua cauda!

O homem olhou para o cachorro e viu que sua cauda era enrolada, igual a cauda de um porco.

– Peça ao gênio para endireitar a cauda do cachorro.

O homem imediatamente fez o pedido ao gênio, porém o gênio endireitava a cauda do cachorro e ela enrolava novamente.

O gênio ficou assim por dias, quando exausto falou para o homem:

– Não aguento mais! Me tire deste transtorno! Fique com tudo o que já lhe dei, mas me liberte para que possa ir embora!

– Sim, você está livre, não será mais meu gênio!

O gênio foi embora satisfeito e o homem também ficou feliz.

***

Clique aqui para ler a história A lenda da mandioca

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *