O Topetudo

Adaptação de história de Charles Perrault

Era uma vez uma rainha que deu à luz um menino. Apesar de ter nascido forte e saudável, o pobrezinho nasceu muito feio, tão feio que a mãe mandou imediatamente chamar uma fada para ajudar o garoto.

Assim que a fada o carregou, falou para a mãe:

– Não há nada que eu possa fazer, ele nasceu feio e será feio a vida toda, mas ele será muito inteligente, tão inteligente que ninguém notará sua feiura.

O que posso fazer é dar a ele o dom de transmitir sua inteligência a quem quer que a ele agrade.

O bebê tinha um tufo de cabelo arrepiado, bem no meio da cabeça, por isso todos o chamavam de Topetudo.

Alguns anos depois, num reino vizinho a rainha de lá deu à luz uma menina. Ela era tão linda e tão perfeita que a rainha ficou com medo de que a menina sofresse com a inveja das pessoas e mandou chamar uma fada para ajudá-la.

Assim que a fada carregou a menina, falou para a mãe:

– Essa menina será a mais bela de todo o mundo, todos invejarão a sua beleza, mas assim que a conhecerem, um pouco da inveja passará, porque ela será tão burra que será impossível deixar de notar.

A rainha se entristeceu e começou a chorar, então a fada falou novamente:

– O que posso fazer é dar a ela o dom que transmitir a sua beleza a quem quer que a ela agrade.

Muitos anos se passaram e o príncipe e a princesa cresceram.

O príncipe era sempre rejeitado a princípio pela sua feiura, mas assim que começava a conversar encantava a todos com suas palavras.

A princesa chamava a atenção de todos e sempre era elogiada por sua beleza, mas assim que começava a conversar todos se afastavam ou debochavam dela pelas coisas estúpidas que falava.

Um dia, depois de ser humilhada por ser tapada, a princesa correu para o bosque para chorar quando se deparou com um jovem que se aproximou dela.

A princípio ela se chocou com sua feiura, mas ele começou a consolá-la e suas palavras confortaram o seu coração. Ele era a primeira pessoa que a tratava com carinho e respeito. Ela ficou tão encantada por ele e daquele dia em diante, todos os dias os dois se encontravam no bosque para conversar.

Os momentos que passavam juntos eram muito preciosos para os dois. Com o passar do tempo, todos do castelo da princesa começaram a perceber algo inesperado, ela parou de falar tantas bobagens. Muitas vezes surpreendia o rei com suas palavras.

Ao mesmo tempo no castelo do príncipe todos começaram a perceber mudanças em sua aparência, algo que eles não sabiam explicar havia mudado e ele ficava cada dia mais bonito.

Um dia, o pai da princesa anunciou que ela deveria se casar e que já tinha arranjado alguns pretendentes para que ela escolhesse o que mais a agradasse.

Mas seu coração já era de Topetudo, e o coração dele era dela.

A pedido dos filhos, um tempo depois os dois reis se encontraram e fizeram as bodas do casal, que foram felizes para sempre.

Conselho de vó: sempre transmitimos o que temos de melhor às pessoas que amamos.

***

Clique aqui para ler a história Icamiabas

Ajude esse site a se manter no ar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.