A estrela-do-mar

Autor desconhecido

Certa vez, um escritor, que vivia em uma casa na praia, saiu para caminhar na areia pela manhã e de longe viu um menino que se abaixava na areia e corria para o mar.

Quando se aproximou viu que a areia estava repleta de estrelas-do-mar e o menino cuidadosamente pegava uma por uma e levava para a água.

O escritor ficou vendo aquilo e resolveu falar com o menino:

– Por que está fazendo isso?

– É que a maré está baixa e o sol está brilhando forte, elas vão morrer se ficarem aqui.

– Menino, existem milhares de quilômetros de praia pelo mundo e em todas elas acontecem coisas assim com as estrelas-do-mar, que diferença você pensa que pode fazer salvando algumas delas, vá brincar que você ganha mais.

– Sei que não posso salvar todas elas e sei que meu esforço não faz muita diferença, mas para essas estrelas-do-mar eu fiz diferença.

O escritor ficou pensativo e se sentiu envergonhado do que havia falado. Então começou a ajudar o menino.

Conselho de vó: Nunca deixe de fazer o bem, um pequeno esforço teu pode fazer toda a diferença na vida de alguém.

***

Ajude esse site a se manter no ar

Clique aqui para ler a história O relógio de Nasrudin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.