Conselhos de Vó

Conselhos da Vó Conceição

Minha avó sempre dava conselhos sobre como viver uma vida segura, de acordo com o que ela aprendeu com sua mãe.

Estes conselhos eram comuns antigamente, tanto que outras avós foram consultadas em minha pesquisa e confirmaram cada um deles.

É claro que hoje em dia essas coisas não se aplicam, nem são acreditadas pela maioria das pessoas, mas aqui, a título de curiosidade, estes conselhos são apresentados como uma forma de mostrar essa cultura oral que tantos de nossos avós eram obrigados a seguir.

Os conselhos eram os seguintes:

•             Não deixe seu chinelo virado ou sua mãe pode morrer.

•             Não ande descalço no chão frio ou vai ter reumatismo.

•             Não deixe uma criança com vontade de comer alguma coisa ou ela morre de lombriga.

•             Não saia à noite na quaresma ou vai ver a procissão dos mortos.

•             Não deixe ninguém varrer o seu pé ou você vai se casar com um viúvo.

•             Mas, se você quiser se casar com um viúvo, é só pedir para alguém varrer o seu pé.

•             Não varra a sujeira da casa pela porta da frente, somente pela porta dos fundos, ou não vai conseguir juntar dinheiro.

•             Não se deve começar nada em sexta-feira, especialmente mudança de casa ou emprego, porque não vai dar certo.

•             Nunca faça uma cerca ou telhado com a madeira de ponta-cabeça ou sua vida irá ladeira abaixo.

•             Não se deve trabalhar no domingo, porque o que se faz no domingo tem que ser refeito na segunda.

•             Em Sexta-Feira Santa não se pode fazer nada, nem limpar a casa, nem pentear o cabelo, nem ouvir rádio ou ver televisão, não se pode fazer nada.

•             Quando você tem uma visita indesejada em sua casa, basta colocar uma vassoura atrás da porta que a visita vai embora.

•             Quando se está comendo à mesa e cair uma colher é porque vai chegar uma mulher em sua casa, quando cair um garfo é porque vai chegar um homem. Se cair uma faca vai dar briga em sua casa, neste último caso tem que fazer a cruz na faca três vezes para que a briga não aconteça.

•             Nunca se deve jogar pão no lixo, se precisar fazer isso tem que beijar o pão como sinal de respeito.

•             Nunca se deve sair de casa em jejum, porque o corpo fica aberto para coisas ruins.

•             Mulher menstruada não deve visitar criança que acabou de nascer ou seca o leite da mãe.

•             Achar que um bebê é muito bonito pode passar quebrante para ele, que ficará chorando e não conseguirá dormir. Para evitar isso deve-se sempre colocar algo vermelho em sua roupa. Mas se já pegou quebrante, só benzimento cura.

•             É necessário batizar a criança o quanto mais rápido para que não fique à mercê de ataques espirituais.

•             Para acabar com o sonambulismo basta colocar um pano molhado ao lado cama do sonâmbulo, sem ele saber, na hora que ele acordar de madrugada vai pisar no pano molhado e vai acordar, assim acaba com o sonambulismo.

•             Para casar é só colocar o Santo Antônio de cabeça para baixo num copo de água, e falar que só vai tirá-lo do copo assim que se casar.

•             Quando um galo canta no começo da noite ou no meio do dia é sinal que alguém vai morrer.

. Não pode apontar o dedo para a lua ou vai nascer uma verruga no dedo

. Se tiver uma verruga no dedo é só passar um sabugo de milho e ela desaparece.

Dicas para grávidas e mães?

•             Toda mulher que tem um filho deve ficar de dieta por 41 dias, nesse período não pode lavar a cabeça, nem pode comer carne de vaca, porco ou peixe e tem que fazer repouso.

•             Se estiver grávida, nunca sente na porta da casa, ou o bebê terá dificuldade para nascer.

•             No dia que a criança completa sete dias de vida não pode receber visita e nem pode deixar o cachorro entrar na casa.

•             Mulher de dieta não pode ir ao cemitério.

•             Mulher de dieta não pode costurar.

•             Se uma criança demora a começar a falar, é só fazer um pintinho piar três vezes dentro da boca da criança.

Alguns destes conselhos são até engraçados, mas antigamente eles eram seguidos à risca por todos. Estas instruções eram passadas de forma oral de mães para filhas e poucos ousavam questionar a sua verdade.

Acredito que de todos esses conselhos, o mais importante que minha avó dava era o de “nunca falar besteiras”, com isso ela queria dizer, falar palavrões ou falar coisas que você não quer que aconteçam.

Ela dizia que a palavra tem muito poder e não podemos ter palavras destrutivas, falar maldições ou ficar reclamando das coisas.

Segundo minha avó, os anjos estão em toda parte, rezando o tempo todo. Se no momento em que falamos algo o anjo falar “amém”, a coisa que falamos acontece, seja ela boa ou ruim.

Hoje já sabemos a importância de prestarmos atenção em nossas palavras e em nossos pensamentos. De uma forma simples ela ensinava a viver melhor, ou seja, tendo pensamentos e palavras edificantes.

A sua avó também tinha conselhos semelhantes?

Me conte nos comentários, vou adorar saber.

***

Ajude esse site a se manter no ar

Clique aqui para ler a história O aluno de Mozart

1 comentário em “Conselhos de Vó”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.