O sonho do monge

Autor desconhecido

Certa vez, um monge beneditino muito velho estava fazendo suas orações e pensando que em breve morreria devido à sua avançada idade.

Apesar da sua fé, ele tinha muita curiosidade sobre a vida após a morte, principalmente sobre o céu e o inferno.

Naquela noite o monge foi visitado em sonho por um anjo que lhe perguntou se ele gostaria de visitar o céu e o inferno.

O monge, cheio de curiosidade, aceitou a proposta do anjo e os dois partiram, primeiro para o inferno.

Lá, as almas eram tristes, magras, com o olhar fundo e aspecto doentio. Mas no meio do inferno havia uma grande mesa onde eram servidas as melhores iguarias, os pratos pareciam tão saborosos e eram tão cheirosos que até o monge ficou salivando.

Então ele perguntou ao anjo:

– Por que essas almas não podem comer?

– Eles podem, mas não conseguem, repare nos braços deles, seus cotovelos dobram para trás, assim, mesmo que peguem a comida, nunca conseguem levar à boca.

Depois de andarem por todo o lugar os dois partiram para conhecer o céu.

Entrando no céu, viu que as almas eram alegres, sorridentes, coradas e com aspecto saudável, eram até mesmo meio gordinhas. No meio do paraíso havia uma mesa idêntica à do inferno, com os mesmos alimentos deliciosos.

Então o monge falou:

– Ah! Aqui os cotovelos dobram para frente e assim as almas podem comer?

– Não! Aqui todos tem os cotovelos dobrados para trás também.

– Mas estão todos gordinhos, como comem?

– Aqui as almas alimentam umas às outras.

Conselho de vó: O céu e o inferno na sua vida dependem unicamente da sua atitude para com as pessoas à sua volta.

***

Ajude esse site a se manter no ar

Clique aqui para ler a história O diamante

1 comentário em “O sonho do monge”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.