Botão ajude este site

O coração do sabugueiro

História Húngara

Era uma vez, uma velhinha que vivia sozinha em uma cabana, ela era muito pobre, sobrevivia com o que plantava no seu quintal e com o que ganhava de pessoas próximas.

Seu maior bem era um lindo sabugueiro que tinha em frente a sua cabana, ela se orgulhava da árvore pela sua beleza e imponência.

Certo dia, um viajante bateu à sua porta pedindo ajuda, pois estava com fome e cansado.

A velhinha o convidou a entrar, serviu uma refeição e deu pouso para que ele pudesse descansar.

No dia seguinte, o viajante, antes da ir embora, falou a ela que aquele sabugueiro tinha um coração escondido em suas raízes, que se ela encontrasse o coração e o comesse teria muita sorte para o resto da sua vida.

A velhinha não entendeu direito, mas ficou curiosa e resolveu cavar entre as raízes para encontrar o tal coração.

Porém, ela não tinha muitas forças e então chamou os vizinhos para ajudá-la. Ninguém entendeu nada, mas a pedido dela, ajudaram.

Depois de muito cavar encontraram um pedaço de raiz com a forma de um coração. Ela ficou feliz, levou o coração para a sua pequena cozinha e fez um ensopado que comeu e dividiu com seus vizinhos.

A partir daquele dia, todos eles tiveram muita sorte, ganharam muito dinheiro e viram tudo o que faziam prosperar.

Conselho de vó: a bondade e a generosidade sempre são recompensadas pela vida.

***

Ajude esse site a se manter no ar

Clique aqui para ler a história A borboleta azul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *