A luz azul

História assustadora

Era uma vez um fazendeiro muito rico, que possuía muitas cabeças de gado e se orgulhava de suas posses. Ele morava em uma fazenda, perto de um lago, com sua esposa e seus dois filhos.

Certa vez, os seus animais começaram a sofrer de uma doença misteriosa, ficavam amuados em um dia e, no dia seguinte, caiam mortos.

O homem ficou desesperado se embriagou e começou a amaldiçoar a todos pela sua desgraça. No meio de seu discurso revoltado, pediu aos espíritos da floresta que o ajudassem e que, em troca, eles poderiam tomar o que quisessem de seu, desde que lhe preservassem o gado e sua riqueza.

Nesse momento, seus dois filhos estavam brincando à beira do lago próximo à casa, quando viram uma luz azul tomar conta de tudo. O filho mais velho se assustou e correu para casa, mas o mais novo ficou encantado com a luz e não fugiu.

O filho mais velho chamou a mãe que foi com ele para o lago ver o que estava acontecendo, mas para a surpresa dos dois não encontraram o menino mais novo, somente suas roupas boiando na água.

Quando o pai voltou para a casa foi surpreendido pela notícia do desaparecimento do filho e imediatamente se lembrou de suas palavras. Ele chamou seus empregados e começaram a procurar o menino, mas foi em vão.

Porém, no dia seguinte recebeu a notícia de que o gado, milagrosamente, estava recuperado sem nenhum vestígio da doença misteriosa.

Dizem que ainda hoje, no aniversário do desaparecimento do menino, é possível ver a assustadora luz azul sob as águas do lago.

Conselho de vó: devemos ter muito cuidado com nossas palavras, principalmente em momentos de desespero.

***

Clique aqui para ler a história A corrida dos sapos

4 comentários em “A luz azul”

  1. Pingback: O Lobo e o Cabrito – Histórias que minha avó contava

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *