O macaco e o moleque

Conto africano

Havia uma mulher que tinha em seu quintal uma linda bananeira. Quando ela estava carregada de cachos maduros a mulher decidiu colher, porém o cacho estava muito alto e ela não alcançava.

Apareceu por lá um macaco que se ofereceu para ajudá-la, mas quando ele estava lá em cima começou a comer todas as bananas e jogar as cascas na cabeça da mulher.

A mulher ficou muito brava e jurou se vingar do macaco.

Então ela juntou um monte de cera, a moldou no formato de um menino e colocou na cabeça do moleque de cera um tabuleiro de bananas bem maduras.

Assim que o macaco viu o moleque falou assim:

– Moleque, me dá uma banana!

O moleque calado.

– Moleque, me dá uma banana ou eu te dou um tapa!

O moleque calado.

Então, o macaco deu um tapa no moleque e sua mão ficou grudada na cera.

– Moleque, solta a minha mão ou te dou outro tapa!

E o moleque calado.

O macaco deu outro tapa e ficou com a outra mão grudada.

– Moleque! Moleque! Solta as minhas duas mãos e me dá uma banana, senão te dou um pontapé!

E o moleque calado.

O macaco chutou o moleque e ficou com o pé grudado na cera.

– Moleque dos diabos, solta minhas duas mãos e meu pé, me dá uma banana ou te dou outro chute.

E o moleque calado.

O macaco chutou com o outro pé e ficou com ele preso.

– Moleque!!! Larga as minhas duas mãos e meus dois pés e me dá uma banana senão te dou uma umbigada!

E o moleque calado.

O macaco deu-lhe uma umbigada e ficou com a barriga presa.

Só então a mulher apareceu, pegou suas bananas e foi embora rindo até não aguentar mais.

***

Clique aqui para ler a história A barba do Conde

3 comentários em “O macaco e o moleque”

  1. Pingback: O dilúvio e as preguiças – Histórias que minha avó contava

  2. Bom dia, o conto não está correto, foi usado alcatrão e não cera, a velha em questão surrou o macaco em algumas versões com uma varinha outras com um chicote.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *