A viagem de navio

Autor desconhecido

Certa vez um homem resolveu dar de presente à sua família uma viagem de navio de cinco dias, sua esposa tinha o sonho de fazer essa viagem já fazia muitos anos, mas eles não eram ricos e ele precisou guardar dinheiro escondido para poderem realizar esse sonho.

A família ficou muito feliz e estavam contando os dias para a viagem. Porém, como queria economizar o pai falou a eles:

– Eu consegui pagar a viagem, mas gastei todo o meu dinheiro nela, porém, enquanto estivermos viajando não poderemos comer nos restaurantes do navio, por isso, vamos levar pães com queijo para comer na viagem.

Eles concordaram, fizeram muitos sanduiches e embarcaram no navio, encheram o frigobar com os lanches e aproveitaram tudo o que podiam na viagem.

Contudo, eles já estavam ficando enjoados de comer aquilo o tempo todo. Quando estava no quarto dia da viagem o pai falou:

– Já estamos enjoados de sanduiches de queijo, vou usar o cartão de crédito e vamos fazer pelo menos uma refeição no restaurante do navio.

Lá foram eles felizes, entraram no restaurante, comeram tudo o que queriam e na saída o pai não encontrava o caixa para fazer o pagamento, chamou um garçom e perguntou onde poderia pagar. O rapaz então respondeu:

– Como assim pagar, meu senhor, todos os passageiros têm direito de comer todas as refeições no navio, já está tudo pago no pacote da viagem.

Conselho de vó: Sempre leia o contrato.

***

Clique aqui para ler a história A raposa curandeira

Ajude esse site a se manter no ar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.