A lenda da embriaguez

História de Malba Tahan

Quando Noé desceu da arca com os animais que havia salvado, se preparou para plantar a primeira vinha, quando de repente apareceu à sua frente a figura hedionda do demônio.

– O que está fazendo Noé? – perguntou o maligno.

– Estou plantando uma vinha.

– Que frutos são esses que espera colher dessa planta?

– São frutos maravilhosos, deliciosos, doces, podem ser comidos maduros e frescos ou secos e açucarados, do caldo ainda se pode fazer uma bebida de incomparável sabor: o vinho.

– Quero ser seu sócio nessa plantação! – falou o demônio.

– Muito bem, vamos trabalhar juntos, você ficará encarregado de regar a terra – falou Noé.

Então, o demônio, maldoso como era, regou a terra com o sangue de quatro animais que haviam descido da arca, o cordeiro, o leão, o porco e o macaco.

Por causa disso, quem se entrega ao vício dessa deliciosa bebida, acaba por ser dominado pelo espírito de um desses quatro animais. Há os que bebem e ficam sonolentos e indefesos como um cordeiro, outros se tornam brutais como o leão, alguns ficam estúpidos como o porco e ainda há aqueles que ficam engraçados como o macaco.

***

Ajude esse site a se manter ativo

Clique aqui para ler a história Carne de língua

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.