A velha Garça

Fábula de Monteiro Lobato

Havia uma Garça que nasceu, viveu e envelheceu em uma lagoa que sempre lhe proveu todo o seu sustento.

Estando velha, fraca e com a visão turva, começou a pensar nas dificuldades que já tinha para pegar os peixes, não enxergava direito e precisaria encontrar um lugar com águas limpas e cheio de peixes se quisesse viver mais.

Ficou pensando em como poderia encontrar uma maneira de conseguir alimento fácil quando teve uma ideia. Chamou o caranguejo e falou:

– Caranguejo, preciso te contar uma coisa que vai acontecer e afetará a todos nós. Estão prestes a esvaziar esta lagoa, estamos perdidos, morreremos todos à seca.

O Caranguejo logo contou a todos os peixes o que a Garça havia dito e eles foram até ela para saber mais:

– Isto mesmo, vão esvaziar a lagoa, morreremos todos, mas eu tenho a solução. Vou dar um conselho: aqui perto tem um poço de águas muito limpas, vamos nos mudar para lá antes que esvaziem a lagoa.

– Mas como faremos isso? – falou um peixe.

– Muito simples, – falou a Garça – coloco todos vocês no meu bico e faço o transporte.

Conselho de Vó: Nunca aceite conselho de um inimigo.

***

Clique aqui para ler a história O preguiçoso

0 comentário em “A velha Garça”

  1. Pingback: A Ratinha branca – Histórias que minha avó contava

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *