Botão ajude este site

As duas irmãs

História africana

Certa vez, na África, havia duas irmãs, Omelumma e Omeluka. Elas gostavam muito de brincar ao ar livre, correr e rir com seus amigos.

Um dia, seus pais foram viajar e elas ficariam sozinhas um dia inteiro. Então seu pai falou:

– Cuidado! Muitas pessoas foram levadas pelos monstros e não quero que isso aconteça com vocês. Fiquem dentro de casa, não saiam para brincar, quando forem esquentar a comida, façam com fogo baixo para não fazer fumaça.

Seus pais saíram bem cedo e as meninas ficaram na casa. Quando começaram a sentir fome, acenderam o fogo, mas não fizeram como o pai havia falado, elas estavam com pressa e fizeram um fogo alto.

Mais tarde, como estavam entediadas, resolveram brincar com as outras crianças e então saíram de casa.

Enquanto brincavam, os monstros apareceram e levaram as duas, elas acharam que seriam devoradas por eles. Então pensaram: “Se tivéssemos ouvido nosso pai”

Porém, elas não foram devoradas e sim escravizadas, vendidas e levadas para terras muito distantes. Omelumma teve sorte e foi comprada por um homem bom, que a tratava bem, depois de um tempo eles se apaixonaram e ele se casou com ela.

Mas Omeluka foi comprada por um homem cruel que a castigava por qualquer motivo.

Muitos anos se passaram e Omelumma teve um filho.

Omeluka, depois de muito sofrer, foi vendida novamente para um mercador de escravos e indo parar em uma feira livre para ser vendida outra vez.

Nesse dia Omelumma estava na feira fazendo compras quando viu sua irmã que, mesmo depois de mudar muito por causa do sofrimento, foi reconhecida. Omelumma correu para seu marido e pediu que a comprasse. E assim ele fez.

O encontro foi emocionante e as duas passaram a viver juntas.

Elas não puderam voltar para a África para encontrar a família, mas desse dia em diante nunca mais se separaram.

***

Ajude esse site a se manter no ar

Clique aqui para ler a história O cocô mais bonito

2 comentários em “As duas irmãs”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.