João Preguiça

Autor desconhecido

Certa vez, havia um rapaz que morava com sua mãe em uma casa muito pobre. A mãe estava sempre irritada com o filho porque ele não fazia nada e só ela trabalhava para sustentar a casa fazendo costura para os vizinhos.

Um dia ela se encheu da situação e falou para o filho que se ele não trabalhasse não poderia comer.

No dia seguinte o rapaz foi procurar emprego e o dono de uma fazenda próxima o contratou para trabalhar por um dia.

Quando ele voltava para casa segurando a moeda que havia ganhado, acabou derrubando-a no rio. Quando chegou em casa sua mãe explodiu com ele e falou:

– Você devia ter colocado a moeda no bolso!!!

No dia seguinte ele conseguiu emprego para cuidar de algumas vacas e como pagamento ganhou uma garrafa de leite, mas colocou a garrafa no bolso e acabou derramando tudo.

Ele voltou para casa e, quando contou para a mãe o que havia acontecido, ela gritou com ele:

– Você devia ter carregado a garrafa na cabeça!!!

No outro dia ele foi trabalhar como ajudante de um queijeiro, no final do dia ele recebeu um pedaço de manteiga, mas colocou a manteiga na cabeça e o sol a fez derreter e escorrer por todo o seu rosto.

Quando chegou em casa sua mãe ficou furiosa e gritou:

– Devia ter trazido a manteiga nas mãos!

No dia seguinte ele foi trabalhar para um pedreiro que no final do dia lhe entregou como pagamento um gato.

João foi para casa levando o gato nas mãos, mas o animal ficou irritado, o arranhou todo e depois fugiu.

Quando chegou em casa sua mãe ficou completamente irritada e gritou:

– Devia ter amarrado o gato com uma cordinha e puxado até em casa!

No dia seguinte João foi trabalhar para um açougueiro e como pagamento recebeu um grande pedaço de pernil, então o rapaz amarrou a carne e foi puxando para sua casa.

Quando chegou sua mãe ficou louca de raiva e gritou:

– Você devia ter carregado nas costas!

No dia seguinte João foi trabalhar para um fazendeiro, para cuidar dos seus cavalos. No final do dia ele recebeu um burrinho pelo seu trabalho.

Então ele colocou o burro nas costas e foi levando para a casa.

No caminho passou por uma aldeia onde vivia um homem muito rico. Esse homem tinha uma filha que era muito triste e ele havia prometido casar a filha com o homem que a fizesse rir.

Quando a moça viu João carregando o burro nas costas ela caiu na gargalhada e não podia mais parar de rir.

Por fim João se casou com a moça, a fez muito feliz com as bobagens que sempre fazia e nunca mais teve que trabalhar.

***

Ajude esse site a se manter no ar

Clique aqui para ler a história Pedro Malasartes e o Urubu

4 comentários em “João Preguiça”

  1. Obrigada por compartilhar suas histórias leio toda noite uma história para meus meninos e eles adoram. Eu gosto muito por ser histórias diferentes das tradicionais que eles já sabem de cor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.