O ratinho

História de Figueiredo Pimentel

Certa vez, um homem estava fazendo uma viagem de uma cidade para outra, porém ia a pé porque não tinha o dinheiro para o trem. Estava muito cansado e ainda faltavam muitos quilômetros para chegar.

Era final da tarde e ele sentia fome, então sentou-se à beira da estrada, abriu sua bolsa, pegou um pão e começou a comer.

O homem pensava com tristeza no seu destino e em como vivia uma vida miserável.

De repente, apareceu um ratinho que parou ao seu lado e ficou olhando para ele.

– Pobrezinho, vejo que sua vida é ainda mais miserável que a minha, tome um pedaço do pão.

O ratinho comeu o pequeno pedaço de pão e foi embora.

O homem descansou um pouco e quando se levantou para ir embora viu o ratinho novamente, segurando uma coisa dourada que brilhava.

O ratinho soltou a coisa no chão e saiu novamente.

O homem ficou curioso e foi ver o que era. Para sua surpresa era uma moeda de ouro.

Logo em seguida o ratinho voltou com outra moeda e, quando saiu novamente, o homem o seguiu e viu que o animalzinho entrou em um buraco no chão.

Assim que o ratinho saiu do buraco o homem começou a cavoucar e encontrou um tesouro enterrado.

Ele ficou rico e ainda levou o ratinho para viver com ele como mascote.

***

Ajude esse site a se manter no ar

Clique aqui para ler a história A xícara de chá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.