Saci-pererê

Folclore brasileiro

O Saci-Pererê é um menino levado que adora pregar peças nas pessoas.

Ele aparece e desaparece onde quer e nunca se deixa ser pego, mas para saber se ele passou por um lugar é fácil.

Primeiro, se você vir um redemoinho de vento, é porque o Saci passou por ali.

Nas fazendas, ele gosta de fazer trança na crina e rabo dos cavalos, de assustar as pobres galinhas, estragar os freios das carroças, abrir as porteiras de madrugada, apagar as lamparinas sem fazer vento e ainda assoviar para amedrontar qualquer um que entre nas matas.

Para as donas de casa ele é ainda mais travesso, faz o feijão queimar, o leite azedar, troca o sal com o açúcar, dá nó em pano de prato, desaparece com a chave ou qualquer coisa pequena bem na hora em que você mais precisa, ainda faz ventania que enche a casa de pó, assim que termina a faxina. De madrugada ainda aparece no sonho das crianças e ensina os pequenos a fazer estripulia.

Dizem que se alguém pegar o seu gorro, o faz perder todos os poderes. Ainda dá para capturar um Saci jogando uma peneira no meio de um redemoinho.

Apesar de tudo isso, o Saci é gente boa, ele é guardião das ervas e das plantas medicinais e sabe usar todas elas para o bem das pessoas.

***

Ajude esse site a se manter no ar

Clique aqui para ler a história O Santo Gato

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.