Dinheiro ou conselho?

História de MFátima Lima

Certa vez, um moço que precisava de dinheiro foi até à casa de um conhecido que era muito rico.

O rico, com má vontade, o recebeu no portão:

– O que deseja? Não vê que sou muito ocupado?!

– Venho aqui para lhe pedir dinheiro emprestado.

– Para que precisa desse dinheiro?

– Vou comprar um cavalo.

– Se não tem dinheiro para comprar um cavalo como pensa que vai sustentar o animal?

– Eu pedi dinheiro, não pedi conselhos!

O homem rico não emprestou o dinheiro e o moço foi embora. Passados uns dias, ele encontrou um outro homem rico que lhe emprestou o dinheiro e ele comprou o cavalo que queria. Como garantia do empréstimo, deu seu único bem, uma casinha bem simples, mas bem localizada, herança de sua mãe.

Ele estava muito feliz com o cavalo e vivia se exibindo, era um cavalo de raça, chamava a atenção por onde passava. Conseguiu até levar a moça por quem estava apaixonado num passeio, mas quando ela viu que ele não tinha dinheiro nem para pagar um jantar decente, desistiu dele.

Depois de um tempo, o moço foi desanimando, deixou de cuidar do cavalo e o animal foi emagrecendo, ficando feio até que morreu.

O homem que havia emprestado o dinheiro apareceu para receber o pagamento e, como o moço não tinha, teve que lhe entregar a casa que pertencera a seus pais. Lembrou-se então do primeiro homem rico que tentou lhe abrir os olhos e foi atrás dele.

O moço contou-lhe sua história e o homem rico respondeu:

– Sei que sua situação é triste, mas não vou lhe emprestar dinheiro.

O moço então lhe disse:

– Eu não vim lhe pedir dinheiro, vim lhe pedir conselhos.

***

Ajude esse site a se manter no ar

Clique aqui para ler a história A cegonha e o sapinho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.